Anuncie neste site

Vereadora guaraiense apresenta projeto solicitando apoio financeiro para o Hospital de Amor


Foto: Arquivo Pessoal - Por se tratar de um projeto de indicação, onde o vereador sugere a efetivação de um determinado investimento, a matéria, apesar de aprovada, ainda precisa voltar ao parlamento.
Foto: Arquivo Pessoal - Por se tratar de um projeto de indicação, onde o vereador sugere a efetivação de um determinado investimento, a matéria, apesar de aprovada, ainda precisa voltar ao parlamento.

Publicado em 22/11/2018 17:03 - Categoria: Câmara dos Vereadores

A vereadora Fátima Coelho (PSC) apresentou na manhã desta quinta-feira (22/11), um projeto de indicação, aprovado por unanimidade de votos, que solicita convênio financeiro entre a Prefeitura de Guaraí e a Fundação Pio XII de Barretos-SP, entidade que mantém o Hospital de Amor (HA), centro especializado mundialmente reconhecido no tratamento contra o câncer.

 

Por se tratar de um projeto de indicação, onde o vereador sugere a efetivação de um determinado investimento, a matéria, apesar de aprovada, ainda precisa voltar ao parlamento, desta vez como um projeto de lei. Presente na sessão, a prefeita de Guaraí, Professora Lires Ferneda (PSDB), afirmou que apoia a iniciativa e vai debater com sua equipe o valor que o município poderá repassar.

 

Fátima explicou que o Hospital de Amor, apesar de atender com dignidade e qualidade todos os pacientes, possui um déficit orçamentário superior a R$ 17 milhões mensais e sobrevive basicamente das doações e convênios que recebe. Além disso, a parlamentar enfatizou que uma unidade do hospital já está sendo construída no Tocantins, podendo ser inaugurada entre 2019 e 2020.

 

“Mais de 60 pacientes da nossa cidade fazem ou já fizeram tratamento em Barretos nos últimos 4 anos, segundo informações de um grupo de apoio que atua em Guaraí. Acredito que, se houver possibilidade, esse convênio será de grande valia, já que nossa comunidade faz uso desta estrutura totalmente gratuita e tem sido beneficiada com o tratamento oferecido, como é de conhecimento geral”, enfatizou a vereadora.

Compartilhe: