Anuncie neste site

Tocantins teve 436 postes danificados por acidentes de trânsito registrados em 2018


Foto: Arquivo/Guaraí Notícias - Além dos prejuízos físicos e materiais, o motorista que derrubar ou danificar um poste no Tocantins pode ter que pagar mais de R$ 10 mil pela reparação da estrutura.
Foto: Arquivo/Guaraí Notícias - Além dos prejuízos físicos e materiais, o motorista que derrubar ou danificar um poste no Tocantins pode ter que pagar mais de R$ 10 mil pela reparação da estrutura.

Publicado em 17/01/2019 09:44 - Categoria: Policial

Dados do Sindicato dos Peritos Oficiais do Tocantins (SINDIPERITO) apontam que o Estado registrou 436 acidentes de trânsito que causaram danos a postes da rede elétrica durante o ano de 2018. A maioria dos casos está relacionada ao consumo de bebidas alcoólicas e ao ato de dirigir usando o celular.

 

“Boa parte desses acidentes de trânsito registrados está relacionado com o hábito de beber e dirigir. Já em outros casos, estas colisões são provocadas pelo fato de algumas pessoas optarem por ler e digitar mensagens no smartphone enquanto dirigem”, ressalta o vice-presidente do SINDIPERITO, Silvio Jaca.

 

Além dos prejuízos físicos e materiais, o motorista que derrubar ou danificar um poste no Tocantins pode ter que pagar mais de R$ 10 mil pela reparação da estrutura. Segundo a ENERGISA, empresa responsável pela distribuição de energia no Estado, a cobrança se baseia na Constituição e no Código Civil.

 

Ainda conforme a ENERGISA, o custo médio da substituição de postes é de R$ 3 mil, e deve ser pago pelo condutor responsável pela colisão com o poste de energia elétrica. Segundo a operadora, quando um transformador é afetado no acidente envolvendo a estrutura, esse custo pode ultrapassar os R$ 10 mil.

Compartilhe: