Anuncie neste site

TCE/TO aponta que gestão municipal de Guaraí se tornou mais efetiva entre 2015 e 2017


Foto: Arquivo/Guaraí Notícias - Dos 139 municípios tocantinenses, 33 conseguiram atingir conceito B (Efetivo), incluindo Guaraí. Nenhum município atingiu conceitos A (Altamente Efetivo) e B+ (Muito Efetivo).
Foto: Arquivo/Guaraí Notícias - Dos 139 municípios tocantinenses, 33 conseguiram atingir conceito B (Efetivo), incluindo Guaraí. Nenhum município atingiu conceitos A (Altamente Efetivo) e B+ (Muito Efetivo).

Publicado em 26/02/2019 11:25 - Categoria: Prefeitura Municipal

O Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO) divulgou nesta semana os resultados do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM) 2018 – ano base 2017. O levantamento, realizado desde 2015, avalia o nível de qualidade das administrações municipais do Estado em aspectos como saúde e educação. Conforme os dados, Guaraí melhorou sua nota de C+ para B entre 2015 e 2017.

 

Dos 139 municípios tocantinenses, 33 conseguiram atingir conceito B (Efetivo). Nestas localidades, conforme o entendimento do TCE/TO, as gestões têm se preocupado em garantir serviços de melhor qualidade. A análise é consolidada por meio de questionários, preenchidos pelos gestores de cada cidade. Nenhum município atingiu conceitos A (Altamente Efetivo) e B+ (Muito Efetivo).

 

No caso específico de Guaraí, houve melhora consistente nas avaliações relativas aos índices da Educação, da Saúde, da Administração Fiscal e da área de Meio Ambiente. Porém o município ainda precisa melhorar a efetividade em planejamento e investimentos nas áreas de tecnologia da informação, que regrediram ou continuaram em níveis considerados insatisfatórios.

 

 

IEGM 2019 – ano base 2018:

 

Ainda nesta semana, o TCE/TO abriu prazo para que os gestores municipais tocantinenses respondam os questionários do IEGM 2019 – ano base 2018. Os dados devem ser encaminhados até o próximo dia 30 de abril, lembrando que o preenchimento dos questionários é obrigatório, prevendo inclusive sanções administrativas aos gestores que deixarem de enviar as informações.

Compartilhe: