Anuncie neste site

Suspeito de chefiar quadrilha especializada em roubos à banco é preso pela 2ª vez em Guaraí


Foto: Divulgação/Arquivo da Polícia Civil do Pará - Jonildo Antônio Alves Oliveira, de 41 anos, estava em caminhonete interceptada no posto da PRF de Guaraí. Em novembro de 2014, o suspeito já havia sido preso no mesmo local.
Foto: Divulgação/Arquivo da Polícia Civil do Pará - Jonildo Antônio Alves Oliveira, de 41 anos, estava em caminhonete interceptada no posto da PRF de Guaraí. Em novembro de 2014, o suspeito já havia sido preso no mesmo local.

Publicado em 06/02/2019 14:13 - Categoria: Policial

Os agentes que atuam no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Guaraí, prenderam na noite desta última terça-feira (05/02), um homem suspeito de chefiar uma organização criminosa especializada em roubos à banco. Esta é a 2ª vez que o indivíduo acaba preso na unidade, lembrando que a ação contou com o apoio de policiais civis de três estados (Tocantins, Maranhão e Pará).

 

Jonildo Antônio Alves Oliveira, de 41 anos, estava em caminhonete interceptada no posto da PRF de Guaraí. Em novembro de 2014, o suspeito já havia sido preso no mesmo local. Na espoca, ele viajava como passageiro de um ônibus de linha, abordado durante uma fiscalização de rotina e transportava consigo dois revólveres calibre .38, todos carregados com suas respectivas munições.

 

O acusado também responde a processo criminal em Guaraí, já que as armas que transportava quando foi preso pela PRF em 2014 não possuíam qualquer tipo de registro. Outros dois homens, que não tiveram suas identidades informadas, também foram presos, já que viajavam na mesma caminhonete em que o suspeito estava. O caso foi repassado para a Polícia Civil de Guaraí.

 

Conforme apontam diversas investigações em curso apenas no Estado do Pará, a quadrilha supostamente comandada pelo detido seria a responsável pelos assaltos cometidos contra agências bancárias dos municípios de Santa Maria das Barreiras, Pacajá, Canaã dos Carajás, Rondon do Pará e São Felix do Xingu, isso sem contar as investigações nos estados do Tocantins e Maranhão.

 

Ocorrências em que a quadrilha do suspeito preso pode ter participação no Pará:

 

- Roubo da agência do Bradesco de Santa Maria das Barreiras, registrado no dia 12 de julho de 2018; 

- Roubo da agência do Banco da Amazônia de Pacajá, registrado no dia 7 de agosto de 2018;

- Roubo da agência do Banco do Brasil de Canaã dos Carajás, registrado no dia 3 de dezembro de 2018;

- Roubo das agências da Sicredi, Banco do Brasil e do Banpará de Rondon do Pará, registrado no dia 11 de janeiro de 2018;

- Roubo das agências do Banco do Brasil e Bradesco de São Félix do Xingu, registrado no dia 1º de fevereiro de 2019.

Compartilhe: