Anuncie neste site

Motorista de “boiadeiro” acaba preso por receptação e uso de documento falso em Guaraí


Foto: Divulgação/PRF - Condutor de 56 anos, que não teve identidade informada, deve responder pelos crimes de receptação culposa e uso de documento falso; Caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Guaraí.
Foto: Divulgação/PRF - Condutor de 56 anos, que não teve identidade informada, deve responder pelos crimes de receptação culposa e uso de documento falso; Caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Guaraí.

Publicado em 06/12/2018 19:33 - Categoria: Policial

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu em Guaraí na manhã desta quinta-feira (06/12), um motorista de 56 anos, que não teve sua identidade informada e conduzia um caminhão “boiadeiro” furtado. O indivíduo, abordado durante uma fiscalização de rotina, teria apresentado ainda documentação veicular falsa.

 

De acordo com a PRF, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) apresentado pelo condutor possuía fortes indícios de adulteração, que acabaram se confirmando por meio de uma pesquisa minuciosa efetivada pelos agentes que abordaram o veículo e suspeitavam de irregularidades.

 

Questionado sobre a origem do veículo, o motorista informou que adquiriu o boiadeiro em julho deste ano na cidade de Curitiba, capital do Estado do Paraná. O motorista relatou ainda ter comprado o caminhão de uma pessoa física e aparentemente sabia que o mesmo possuía restrições judiciais.

 

Diante dos fatos, o veículo acabou sendo apreendido e o motorista levado até a sede da Delegacia de Polícia Civil de Guaraí, onde o caso foi registrado e repassado para as autoridades judiciais competentes. Em princípio, o condutor deve responder pelos crimes de receptação culposa e uso de documento falso.

Compartilhe: