Anuncie neste site

Moradores denunciam fornecimento de água imprópria para consumo em bairro guaraiense


Foto: Guaraí Notícias - Setor Pôr do Sol II é um dos bairros mais novos de Guaraí. Moradores relatam que sofrem com o desabastecimento de água no local há vários meses.
Foto: Guaraí Notícias - Setor Pôr do Sol II é um dos bairros mais novos de Guaraí. Moradores relatam que sofrem com o desabastecimento de água no local há vários meses.

Publicado em 17/08/2018 10:30 - Categoria: Notícias
Atualizado em 09/07/2019 13:55 - Escrito por: Marcelo Gris

Moradores do Setor Pôr do Sol II de Guaraí entraram em contato com a redação do Guaraí Notícias nos últimos dois dias para denunciar um grave problema relacionado ao abastecimento de água na localidade. Conforme relatos, a loteadora responsável pelo bairro, um dos mais novos da cidade, estaria fornecendo, de maneira improvisada, água imprópria para o consumo humano.

 

Segundo um dos moradores mais antigos do bairro, o borracheiro Luziano dos Reis, de 31 anos, que vive a 1 anos e seis meses no local, caminhões pipa estariam sendo contratados para levar água até as casas. “Entregam água em caminhões pipa, mas a gente não sabe a procedência. Para beber precisamos comprar no supermercado”, relata o morador que vive com a esposa e dois filhos.

 

O bancário Aldeir Azevedo Costa, de 26 anos, é outro morador que sofre com as consequências do desabastecimento. Ele mora ao lado de um reservatório vazio, construído para armazenar água retirada de um poço artesiano. “A loteadora perfurou este poço há algum tempo, mas a água que saia dele também era imprópria para consumo, tinha cor de barro e um odor forte”, informou.

 

 

Contato com a BRK Ambiental

 

Diante dos relatos, o Guaraí Notícias procurou a BRK Ambiental, concessionaria responsável pelo fornecimento de água tratada no município, com o objetivo de entender por que o bairro não é interligado a rede de distribuição. Por meio de sua assessoria de imprensa, a BRK informou que a loteadora possui “pendências técnicas”, e por este motivo o bairro ainda não é atendido pela concessionária.

 

Contato com a Petro Imobiliária

 

Procurada, a empresa Petro Imobiliária, responsável pelo bairro, confirmou os problemas no abastecimento de água e informou que está tomando todas as medidas necessárias para solucionar a situação de forma “mais breve possível”. A loteadora informou ainda que o caminhão pipa foi uma alternativa encontrada para garantir a “satisfação dos clientes”, até que o poço seja reparado.

 

Foto: Guaraí Notícias

Foto mostra reservatório colocando em frente de residência do bairro onde caminhões pipas despejam água destinada aos moradores.
Compartilhe: