Anuncie neste site

Governo Federal vai incentivar postinhos de saúde a atenderem nos fins de semana e à noite


Foto: Arquivo/Guaraí Notícias - A expectativa é de que sejam investidos R$ 150 milhões no programa apenas em 2019, lembrando que o incremento nos repasses dependerá da quantidade de equipes e do modelo de ampliação de cada unidade.
Foto: Arquivo/Guaraí Notícias - A expectativa é de que sejam investidos R$ 150 milhões no programa apenas em 2019, lembrando que o incremento nos repasses dependerá da quantidade de equipes e do modelo de ampliação de cada unidade.

Publicado em 16/05/2019 16:53 - Categoria: Saúde

O Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou nesta quinta-feira (16/05), um novo programa do Governo Federal que pretende incentivar postinhos a abrirem suas portas nos fins de semana e à noite. A ideia é que os municípios participantes do programa, denominado “Saúde na Hora”, recebam recursos extras para efetivar a iniciativa, ampliando ainda a oferta de serviços.

 

“O programa auxilia os gestores a reorganizar a atenção primária de saúde, oferecendo mais opções para os cidadãos. Antes é preciso reorganizar o número de equipes, priorizando ainda os tipos de atendimentos que poderão ser oferecidos. Tenho certeza que esta ação também ajuda a desafogar as já lotadas urgências e emergências dos hospitais públicos”, explica o ministro Mandetta.

 

De acordo com levantamento apresentado pelo ministro, 336 postinhos do país já funcionam em horário ampliado e 2.289, localizadas em 400 municípios, estão aptos a participar do programa, que depende da adesão voluntária dos secretários municipais de saúde, que devem enviar as propostas, solicitando incremento nos repasses para adequação às regras do Ministério da Saúde.

 

A expectativa é de que sejam investidos R$ 150 milhões no programa apenas em 2019, lembrando que o incremento nos repasses dependerá da quantidade de equipes e do modelo de ampliação de cada unidade. Segundo o Ministério da Saúde, há, no país, 42 mil postos de saúde. A maioria funciona no regime de 40 horas semanais, ou seja, de segunda a sexta-feira, das 7:30h às 17h.

Compartilhe: