Em apenas 9 dias, meteorologistas registram mais de 785 mil raios no Tocantins


Foto: Ilustração/Internet - Entre 1º e 9 de janeiro deste ano foram 785.860 descargas elétricas provenientes de raios registradas no Tocantins, segundo dados do INPE.

Publicado em 11/01/2018 16:20 - Categoria: Notícia

Em nenhum lugar do Brasil são registrados tantos raios como no Tocantins, especialmente na região central do Estado, onde está o município de Guaraí. Conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), entre 1º e 9 de janeiro deste ano foram 785.860 descargas elétricas. Até o momento duas mortes foram confirmadas e as autoridades recomendam atenção da população.

 

Em todo o país foram quase 80 milhões de raios ao longo de 2017, estatisticamente o Tocantins tem a maior incidência por quilômetro quadrado deste tipo de fenômeno natural. De acordo com o meteorologista José Luiz Cabral, os tipos de nuvens e a posição geográfica do Estado influenciam neste resultado. “Temos um ambiente propício para formação de raios”, explica.

 

Os dois casos de óbito em função de raios no Tocantins ocorreram na região Norte, um em Araguatins e outro em Pau D´arco. Na maior parte dos acidentes fatais as pessoas costumam deixar de observar regras básicas, como se abrigar em locais considerados de alto risco. Especialistas recomendam que jamais devemos permanecer embaixo de árvores e torres de transmissão nestas horas.

 

Para quem estiver em casa, a recomendação é não sair, permanecer sempre calçado, longe de portas e janelas. Usar o telefone, somente em caso de emergência. Fora de casa, a principal recomendação é buscar refúgio no interior de edifícios. Em caso de inexistência de abrigo próximo, é preciso manter-se longe de árvores isoladas e fora da água durante tempestades.

Compartilhe: