Anuncie neste site

Casos de dengue no Tocantins aumentam 344,5%, apontam dados da Secretaria da Saúde


Foto: Divulgação - De acordo com a Gerência de Vigilância Epidemiológica das Arboviroses, em 2018, neste mesmo período, foram notificados 382 casos, contra 1.698 até o momento.
Foto: Divulgação - De acordo com a Gerência de Vigilância Epidemiológica das Arboviroses, em 2018, neste mesmo período, foram notificados 382 casos, contra 1.698 até o momento.

Publicado em 31/01/2019 09:43 - Categoria: Saúde

Dados da Secretaria Estadual da Saúde (SES), indicam aumento de 344,5% dos casos notificados de Dengue no Tocantins durante o mês de janeiro/2019. De acordo com a Gerência de Vigilância Epidemiológica das Arboviroses, em 2018, neste mesmo período, foram notificados 382 casos, contra 1.698 até o momento.

 

Ainda segundo a SES, apenas nos primeiros 19 dias deste ano, 723 pessoas procuraram atendimento nos hospitais mantidos pelo Estado apresentando sintomas característicos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, número próximo dos atendimentos realizados durante todo o ano de 2018.

 

Diante deste cenário, a pasta alerta toda a população, especialmente neste período do ano onde as chuvas costumam ser mais intensas, para que redobrem os cuidados com os locais de proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como Febre Chikungunya, Dengue e Zika Vírus.

 

Ações preventivas

 

Veja alguns cuidados que a população deve ter para evitar a proliferação do mosquito Aedes:

 

- O compromisso com o combate ao Aedes deve ser semanal. Use a agenda de seu smartphone para se lembrar de fazer uma inspeção em sua casa.

- Procure os representantes de bairros para promoverem atuações conjuntas, e não individuais, de eliminação de criadouros.

- Suspeite de qualquer objeto ou estrutura que possa acumular água.

- Ao realizar uma atividade de inspeção, é preciso atentar-se aos sinais indiretos da existência de depósitos como: infiltrações, odores característicos, presença do mosquito adulto e estado da organização/limpeza do ambiente.

 

Sintomas da Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus

 

Dengue: Febre alta superior a 38.5°C; dores musculares intensas; dor de cabeça; dor ao movimentar os olhos e manchas vermelhas pelo corpo.

 

Febre Chikungunya: Febre alta; dores intensas nas articulações; inflamações nas articulações e dores no corpo.

 

Zika Vírus: “Vermelhão” em todo o corpo com muita “coceira”; febre baixa, muitas vezes não sentida; olhos vermelhos sem secreção e dores nas articulações (mais brandas do que na Febre Chikungunya).

Compartilhe: