Anuncie neste site

Cadelinha furtada por caminhoneiro no Maranhão é recuperada com ajuda da PRF de Guaraí


Foto: Divulgação/PRF - A cadelinha, furtada em um posto de combustíveis na cidade de Estreito-MA, viajou mais de 300Km na boleia de um caminhão, antes de ser recuperada.
Foto: Divulgação/PRF - A cadelinha, furtada em um posto de combustíveis na cidade de Estreito-MA, viajou mais de 300Km na boleia de um caminhão, antes de ser recuperada.

Publicado em 14/01/2019 09:46 - Categoria: Policial

A atuação dos policiais que atuam no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Guaraí foi fundamental para que a proprietária de uma cadelinha da raça shih-tzu pudesse ter seu animal de estimação resgatado neste último domingo (13/01). A cadelinha, furtada em um posto de combustíveis na cidade de Estreito-MA, viajou mais de 300Km na boleia de um caminhão, antes de ser recuperada.

 

O furto da cadelinha teria sido registrado por volta das 9h da manhã, no pátio do posto de combustíveis Minas Gerais, situado na cidade de Estreito-MA. Imagens de câmeras de segurança do próprio posto contribuíram para a identificação da autoria do furto. De posse das características do caminhão, a PRF realizou a abordagem em Guaraí, por volta das 18:15h, encontrado o animal de estimação.

 

Foto: Divulgação

Caminhão onde a cadelinha estava foi identificado com a ajuda de câmeras de segurança.

 

O caminhoneiro responsável pelo veículo, que viajava com sua família, informou ter encontrado a cadelinha perambulando no pátio do posto de combustíveis, e como não localizou o proprietário, optou por adota-la e seguir viagem. Apesar da história contada, o motorista foi responsabilizado pela apropriação indevida do animal, assinando um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

 

Por telefone, o Guaraí Notícias conversou com a responsável pela cadelinha, que por questões de segurança, não será identificada nesta reportagem. Ela agradeceu o apoio que recebeu da PRF e está muito feliz pelo resultado. “Graças a Deus tivemos esse apoio fundamental da PRF. Ficamos muito preocupados quando a levaram, realmente não tenho como agradecer o que fizeram”, disse.

Compartilhe: