Anuncie neste site

10 anos depois, praças nos setores Piassava e Canaã são finalmente entregues em Guaraí


Foto: Guaraí Notícias - Os ex-prefeitos Manoel de Paula Bueno e Genésio Ferneda, além de vereadores da atual legislatura, secretários municipais e a prefeita Professora Lires Ferneda participaram na inauguração realizada nesta quinta-feira (11/04).
Foto: Guaraí Notícias - Os ex-prefeitos Manoel de Paula Bueno e Genésio Ferneda, além de vereadores da atual legislatura, secretários municipais e a prefeita Professora Lires Ferneda participaram na inauguração realizada nesta quinta-feira (11/04).

Publicado em 11/04/2019 16:23 - Categoria: Prefeitura Municipal

As praças dos setores Piassava e Canaã foram finalmente concluídas depois de 10 anos de espera. Os dois espaços, orçados inicialmente em R$ 195 mil, integram um convênio firmado ainda no ano de 2009 com o Ministério do Turismo do Governo Federal. Os patrimônios foram entregues na manhã desta quinta-feira (11/04), data em que o município celebra 49 anos de emancipação política.

 

Em 2013 o Guaraí Notícias publicou matéria retratando a situação das praças e de outros espaços públicos que se encontravam em situação de abandono. Na época, apesar do convênio firmado, nenhuma obra havia sido iniciada. Entre os problemas que justificaram a “longa espera” estão atrasos no repasse de recursos federais e problemas com as empreiteiras contratadas para o serviço.

 

Foto: Guaraí Notícias

Vista parcial da Praça da Solidariedade Elbat Vanderlei dos Santos, situada no bairro Setor Canaã.

 

Em 2014, na gestão do ex-prefeito Genésio Ferneda, esposo da atual prefeita de Guaraí, Professora Lires Ferneda (PSDB), as obras começaram a sair do papel. Na gestão seguinte, do ex-prefeito Francisco Júlio, alguns trabalhos chegaram a ser iniciados, mas as obras também não foram concluídas. Vale lembrar que apenas entre 2011 e 2016 foram consumidos R$ 97,5 do convênio.

 

A Praça do Setor Canaã recebe o nome de Praça da Solidariedade Elbat Vanderlei dos Santos, homenagem ao engenheiro que liderou um projeto de habitação no bairro. No Setor Piassava a praça ainda não foi nomeada, lembrando que os espaços também vão receber novos investimentos, incluindo o bloqueteamento de vias laterais e a construção de academias de saúde.

 

Foto: Guaraí Notícias

Praça do Setor Piassava (ainda sem nome); assim como no Setor Canaã, obra demorou quase 10 anos para sair do papel.

Compartilhe: